Ads 468x60px

quinta-feira, 1 de março de 2012

Resenha - Ainda Não Te Disse Nada

   Olá, pessoas! Essa resenha está realmente atrasada, visto que eu terminei de ler o livro na sexta-feira após o carnaval, na verdade, já terminei de ler Ratos também, mas a resenha desse só sairá em março para dar um espaço maior entre as resenhas. Um momento desabafo: estou lutando contra o tempo porque não sei se consigo etrminar de ler A Menina Que Não Sabia Ler antes do sorteio acabar, mas vou me esforçar e, se por ironia do destino, eu atrasar, irei prolongar o tempo do resultado para validar a chance extra!

Vamos a Resenha!




http://3.bp.blogspot.com/-XTdGV-Ew21c/TxHh_Wa6c_I/AAAAAAAAA9w/Fx3nSVb3UbA/s1600/digitalizar0004.jpg
Título Original: Ainda Não Te Disse Nada
Gênero: Romance
Autores:Maurício Gomyde
Edição:
Ano: 2009
Editora:Porto 71
INBS: 9788591184019
Nº de Páginas: 231
Sinopse:
   A jovem e romântica Marina Albertini resolveu pagar para ver o final de uma história que muitos não levariam adiante.   Uma história que desafiou a lógica, que todos chamaram de "loucura", mas que terminou com a união de duas almas que jamais se encontrariam. Se tantos acontecimentos não se alinhassem perfeitamente. No tempo e ordem corretos.   Pois ela sabia que apenas uma coisa era capaz de promover tal alinhamento: o destino.   E da força do destino ela jamais duvidou...


   Eu comecei a ler esse livro com certo receio, acontece que vi muita gente falando bem dele e quando crio muita espectativas, geralmente elas não são superadas e fico decepcionado. Todos sabemos que as resenhas, querendo ou não, partem de um princípio totalmente pessoal e quando nos decepcionamos por esperar mais acabamos não percebendo as muitas coisas que o livro te ofereceu. Por isso, decidi não criar  espectativas e deixar a leitura fluir, perceber e me deliciar com todas coisas que o livro pode me dar. Eu não imaginava o quão bom isso seria...

   Se você espera algo agitado ou inusitado não é a hora de ler esse livro. Com uma narrativa calma e fluente que aumenta gradativamente, como um rio que encontra e cresce com seus afluentes, Gomyde nos revela uma história suave que vai ganhando a sua atenção cada vez mais. Não tem nenhuma relação com sobrenatural o que foi um escape para mim que venho encontrando esse estilo com frequência então o livro veio na hora certa!

   O enredo da história começa simples, mas vai se desenrolando e você se pega indo na mesma expectativa da protagonista. Marina é uma jovem que veio do interior de São Paulo e possui o sonho de ser uma estilista famosa: "Marina Albertini, estilista famosa..." que é uma frase que ela repete para si mesmo, mas se você, como eu, está gora com medo de cair na futilidade que muitas vezes acompanha esse mundo da moda, pode relaxar, Ainda Não te Disse Nada é um livro que foca muito profundamente os sentimentos e desvalorização atual deles, tanto pelos que não se importam quanto pelos que desistiram de se importar e ignoraram a frase: "Antes só que mal acompanhado". Voltando ao enredo, Marina se envolve com o "Anjo Carteiro" um profissional que se corresponde em nome de outras pessoas, como que as enganando, mas de uma modo mais profundo e menos frígido que a minha descrição. Mal sabia ela que apenas conhecer o "Anjo Carteiro" mudaria todos os rumos de sua vida.

   Uma das características da escrita que me chamaram a atenção foi a forma casual com que Gomyde leva sua história. Os dialogos são muito mais ousados, típicamente diálogos, como nós o fazemos com expressões, gírias e, se necessário, palavras de baixo calão, mas que são tão habituais que eu suponho elas tenham subido alguns degraus na escala dos "calões".

   Os personagens são únicos e infinitamentes divertidos, as amigas, Francesca e Thaís são hilárias e as situações que cercam o trio são ótimas. Thaís me intrigou bastante, será que o Gomyde usa as mesmas técnicas que ela quando escreve? Fiquei me perguntando... E o Otavinho, nossa que pentelho! (no sentido carioca da palavra) O garoto é infinitamente sem noção que chega a dar pena. Ele não é nenhum santo e pode ser que finja um pouco, mas não deixa de ser engraçado e seus comentários vem sempre nas piores horas, de certa form achei o humor um pouco forçado quando o Otávio estava presente, mas só em alguns momentos. Além deles, há Dona Jane, Luca, os pais dela, o irmão, Tiziano, que é uma figura e o outro irmão que eu esqueci o nome... haha

   O tempo é muito demarcado, principalmente pelas datas presentes nas cartas, mas a narrativa quanto ao espaço não é muito detalhista, não considero algo negativo, isso fez o livro fluir bastante para mim, mas quem gosta de detalhamento do ambiente certamente sentirá algo faltando.


   E pelas coisas citadas acima o conceito final de Ainda Não Te Disse Nada é:





   Essa nota é obviamente pela capacidade do autor de nos arrebatar para um estória tão singela e calma que eu ainda me pergunto como me envolvi tanto. A narrativa simplista de Marina nos carrega até seu mundo e é necessário forças descomunais para escapar. O final foi na medida certa e deixou o tom necessário de mistério, nem a mais nem a menos e nem preciso falar que ue recomendo esse livro, né?!

   Eu recomendo esse livro para todos os que gostam de romances, recomendo se você pretende cultivar a leitura em alguém é perfeito para ser o primeiro. Recomedno se você quer presentear para um leitor assíduo, enfim, eu não vejo contra-indicação e olha, eu Ainda Não Te Disse Nada.


   Se você leu essa resenha até aqui, vá na promoção do livro entre no formulário e preencha 15 vezes em "Primeira participação". No campo Especificações coloque "Eu li a resenha do livro", mas antes você precisa comentar aqui, um bom comentário, viu?!